quarta-feira, 3 de fevereiro de 2016

Garanhuns dos Sonhos: a “Suíça Brasileira”



Garanhuns dos Sonhos: a Suíça Brasileira
(Gleidson Melo)

Guardo na memória boas recordações. A mente fotografou momentos inesquecíveis, paisagem inspiradora que encanta os poetas, ar nostálgico de grandes emoções.

A fogueira de São João aquece no frio: acende e incendeia o fogo das paixões. O Festival de Inverno encanta multidões e as vidas se cruzam, encontram-se sem querer.

A casinha no campo, a fábrica de chocolate, o cheiro da terra úmida traz contentamento. Deixaste saudades dos trens de outrora: do ritmo do Agreste, das idas e vindas nos trilhos.

Um mistério singular de paz ronda a noite na cidade, convívio de sentimentos e felicidade sem fim. O aconchego e a calmaria trazem tranquilidade. Quero voltar, sempre é tempo de chegar.

Paixão de todas as cores, o Relógio das Flores dá o sentido do tempo, marcando os compassos, harmoniza o presente.


Garanhuns dos sonhos: a “Suíça Brasileira”. 


Disponível no site Enseada dos Pensamentos

2 comentários:

  1. Querido Gleidson!
    Que belo poema cheio de recordações idas,
    onde podíamos desfrutar das belezas da vida, sem mêdo de sermos felizes.
    Um grande abraço!
    Sua amiga, Neneca.

    ResponderExcluir
  2. Lindo poema! Amei! Parabéns pelo blog. Muito bom! Bj

    ResponderExcluir

Conte-me algo sobre a postagem