terça-feira, 30 de outubro de 2012

Surge Poesia





Surge Poesia
(Gleidson Melo)

Caneta na mão, papel, tinta e imaginação. Riscos suaves tracejam os pensamentos. Sentimentos em forma de rabiscos dançam em linhas azuis e dão a emoção necessária ao momento. Letras se confundem com fantasias e se misturam com o prazer.

À primeira vista, tudo lhe é revelado e as palavras fluem - viajam no passado e trazem a esperança do futuro. Os traços bailam e a tinta marca a trajetória de um instante precioso, surge poesia. 


  Disponível no site Enseada dos Pensamentos


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Conte-me algo sobre a postagem