terça-feira, 30 de outubro de 2012

Surge Poesia





Surge Poesia
(Gleidson Melo)

Caneta na mão, papel, tinta e imaginação. Riscos suaves tracejam os pensamentos. Sentimentos em forma de rabiscos dançam em linhas azuis e dão a emoção necessária ao momento. Letras se confundem com fantasias e se misturam com o prazer.

À primeira vista, tudo lhe é revelado e as palavras fluem - viajam no passado e trazem a esperança do futuro. Os traços bailam e a tinta marca a trajetória de um instante precioso, surge poesia. 


  Disponível no site Enseada dos Pensamentos


segunda-feira, 29 de outubro de 2012

A Natureza do Pantanal: a vida acontece





A Natureza do Pantanal: a vida acontece
(Gleidson Melo)

Recanto abençoado por Deus. Aqui, os pássaros deliciam-se da água da chuva, do doce das frutas e da paisagem sedutora. O verde é a marca registrada desse lugar. Belíssimos ipês de todas as cores recobrem a terra com flores primaveris. O perfume no ar, o cheiro de terra molhada e o calor desse chão rememoram os tempos vividos de amor e de paixão. As varandas das casas pantaneiras, o martim-pescador espreitando o peixe, a chuva fina molhando o telhado. Sentimentos de nostalgia pairam no ar e explodem os sentimentos. 

Araras e tucanos embelezam e apaixonam, tocam o céu com suas asas, um convite para a festa do amanhecer. A calmaria e a tranquilidade embalam o desejo de viver, presente em cada olhar. A natureza encontra-se em harmonia: capivaras e jacarés, jacarés e o homem, em convívio de mútuo respeito. Belo é o entardecer alaranjado, recôndito das garças, verdadeiro registro de beleza sem igual. 

Tuiuiús constroem seus ninhos às margens dos rios, aninham-se e marcam a sua presença. Trilhas e caminhos que levam à emoção de estar presente em uma paisagem deslumbrante. No Pantanal a vida acontece.
 
  Disponível no site Enseada dos Pensamentos

domingo, 28 de outubro de 2012

Água, o Ciclo da Vida.





Gotas de águas que caem do céu, fluem nos mares, rios e montanhas. O sol aquece e formam vapores, nuvens pesadas, carregadas de esperança.

Viajam em cúmulos singelos, caem gotas d’água, chuva fina e temporais. Sinal de boas-vindas à plantação – é a felicidade nos caminhos da colheita – água que refresca e sacia a sede, sinal de vida e esperança.

Giram as estações, o tempo muda, a chuva cessa e um novo ciclo surge na natureza. Giram as estações, o tempo muda, a chuva cessa e um novo ciclo surge na natureza.

  Disponível no site Enseada dos Pensamentos

domingo, 9 de setembro de 2012

Alma do Poeta


Alma do Poeta
(Gleidson Melo)

Pensamentos e inspiração fazem a alma do poeta ir para longas viagens de imagens e sonhos que refletem os sentimentos do coração.
 Disponível no site Enseada dos Pensamentos